Cirurgia com radiofrequência

Essa cirurgia é feita com a inserção de um cateter. O aquecimento da parede da veia é realizado com a temperatura manejada com radiofrequência. Essa intervenção cirúrgica fecha a veia doente, assim o sangue é direcionado para as veias que estão saudáveis. Esse procedimento é uma alternativa menos invasiva, e com menos dor e hematomas, da que é feita convencionalmente.

Existem diferenças desse tratamento e a cirurgia de retirada da safena. Enquanto que na safena é retirada a veia da perna com a ajuda de incisões no calcanhar e virilha. Já na radiofrequência, não se mexe na virilha, além da veia continuar no mesmo lugar, ela apenas é fechada com o uso de um cateter.

 

Antes da realização do procedimento, o médico avalia se existem algum risco ou possíveis complicações com tal tratamento. Podem se destacar nesse ponto: a perfuração do vaso, trombose, embolia pulmonar, flebite, hematoma, infecção, parestesia (dormência ou formiguamento) e queimadura da pele. Assim fica claro, como é importante para o Angiologista conhecer bem o quadro do paciente e assim alcançar junto a essa cirurgia os melhores resultados

Compartilhe este artigo:
  • Facebook
  • Twitter
  • G+
  • Email

 

PÓS-OPERATÓRIO

Os pacientes que realizam a cirurgia com radiofrequência retornam com rapidez a sua rotina.Tudo depende de como o médico vê os resultados junto ao paciente. Pois incisões como a retirada de ramos varicosos colaterais, veias perfurantes, etc levam tempos de recuperação diferentes.

ENVIE SUAS DÚVIDAS